24 setembro 2006

BTT quer dizer... Bicicleta TODO o terreno, certo?


Olá

Pois se é BTT, então que não se escolha o tipo de terreno...

Este riacho foi, provavelmente, o corpo de água mais pequeno que atravessamos hoje.

Passamos por lama, muita lama.
Passamos por pedras, por gravilha, por raízes, por folhas caídas e por mais lama.

Pedalamos com os pés dentro de água.
Ficamos molhados, encharcados e depois molhados outra vez, para, como numa dança de círculo, tornarmos a ficar encharcados. E tudo por culpa de uma intermitente chuva, que de meiga não tinha nada.

Andamos pela Feira, por baixo e ao lado da A1, e por baixo e ao lado da A29.
Ainda tivemos tempo de indicar o caminho a um pessoal de jeep que andava por lá um pouco perdido e, depois, foi-nos dada a oportunidade de apreciar uma manobra difícil pois um deles "não queria" fazer uma rampa que já tinha sido feita por outros dois jeeps.

Mudamos pneus, recolhemos mais lama de várias cores, a imitar o terreno que pisávamos, tornamos a mergulhar as bicicletas em poças de diversas profundidades.

E, como o acto de desmontar depende muito da vontade de cada um e não é "rígido", resolvemos inventar umas maneiras novas de sair de cima das bicicletas... A minha, mais espectacular [cof cof cof], envolveu trocar de posição com a minha montada, ficando ela equilibrada nas minhas costas e com o guiador na minha virilha. Acreditem...
O Obelisko resolveu que fixe, mas mesmo fixe, era desmontar de uma forma mais deslizante e toca de colocar os braços como o Super Homem! Enfim, posições só para riders "de elite". eh eh eh

Fiquem bem
Lumitoca

1 Comentários:

PLnauta disse...

Viva,

excelente dia de natação, perdão de BTT.
Adoro água e lama. Mas á pala da lama lá fiquei com o material estragado este fs.